Mercado pet lucra com serviços como fisioterapia e acupuntura para animais
Mercado pet lucra com serviços como fisioterapia e acupuntura para animais
Posted by

Mercado pet lucra com serviços como fisioterapia e acupuntura para animais

 

Melhores amigos do homem e da economia. O mercado de animais de estimação tem conseguido driblar a crise e ainda tem espaço para crescer. Para se destacar no meio de tanta concorrência, o empresário deve oferecer comodidade, novos produtos e serviços ao consumidor.

O cachorro faz fisioterapia na água. Depois, vai para a sessão de acupuntura. O tratamento é feito para ajudar a Mel a perder peso. O local foi criado exatamente para deixar animais e seus donos à vontade. “Você tem várias frentes até de arrecadação. Tem condições de ser mais assertivo nas vendas e tem um leque maior de serviços a oferecer, conseguindo atender um maior número de pessoas, vende mais”, diz Morais.

O consultor de franquia Pedro Almeida diz que esse modelo de negócio é tendência no mercado pet. “Modelo de negócio que está saturado é o que trabalha só com ração e banho e tosa, margens pequenas. Então, tem que inovar, colocar novos serviços e centros de estética para multiplicar a margem de lucro do franqueado”, explica o consultor de franquia Pedro Almeida.

Jorge é veterinário, montou a franquia em 2013 e oferece 40 tipos de serviços. São consultas, cirurgias, reabilitação motora, banho e tosa. Os serviços são responsáveis por 70% do faturamento. O restante vem da loja com mais de três mil itens que vão de rações, brinquedos e acessórios.

Escovação de dente R$ 5,00. Hidratação de pelo R$ 18, corte de unha R$ 20. Aqui tem tanto serviço que o gasto do cliente é alto pra essa região. Em média, são R$ 350 por mês. Variedade vende. A Lara não quer outra vida. Ofurô com massagem e pétalas de rosa por R$ 32,00.

Além de oferecer mais produtos e serviços, Jorge investiu em franquia, um modelo de negócio que resiste mais à crise. No primeiro trimestre deste ano, o setor cresceu 9,4% com relação ao mesmo período de 2016.

“Historicamente, franquia é a última a entrar na crise e a primeira a sair dela. Se você quer montar negócio em pet, avalie franquia. Ela passa essa experiência. A franquia tem fornecedores homologados, com preços diferenciados, que você consegue comprar melhor com a rede toda”, explica o consultor de franquia Pedro Almeida.

O franqueado Carlos André da Silva trabalhava como contador numa empresa quando foi demitido. Ele viu na franquia um modelo de negócio seguro para investir. “Eu não tinha visão do negócio. Eu sempre quis ter pet shop, mas não tinha visão. Ai parti pra franquia”, diz.

A rede tem duas lojas próprias e duas franqueadas. O investimento é de R$ 200 mil e inclui taxa de franquia, reforma do local, equipamentos e capital de giro. Cada franquia fatura em média R$ 50 mil por mês. A margem de lucro é de 22%. Qualquer pessoa pode ser franqueado, mas a unidade tem que ter um veterinário responsável.

“Ainda tem espaço para crescer. São mais de 130 milhões de pets no Brasil. Mais de 90% que tem pet que não faz serviço adicional. Só banho e ração. E querem gastar. Quando você tem negócio que oferece esse serviço, você aumenta a margem e a rentabilidade da operação toda”, conclui Almeida.

Fonte: http://g1.globo.com/economia/pme/pequenas-empresas-grandes-negocios/noticia/2017/09/mercado-pet-lucra-com-servicos-como-fisioterapia-e-acupuntura-para-animais.html

Comments

comments

0 Comentários desativados em Mercado pet lucra com serviços como fisioterapia e acupuntura para animais 353 31 outubro, 2017 Mercado Pet outubro 31, 2017

About the author

Thais Almeida é diretora e curadora de conteúdo deste portal.

View all articles by Administrador

Pesquisa

Cursos

FB Like Box